13.4.17

Oficina 'Crônicas de Viagem' com Airton Ortiz - Inscreva-se





O Instituto Estadual do Livro (IEL) promove, de 19 de abril a 10 de maio, Oficina Literária com o escritor Airton Ortiz, com tópicos para interessados em produção de relatos de viagem, em quatro encontros, sempre às quartas, das 14h às 17h, na sede da instituição (André Puente, 318). A atividade custa R$ 180,00 e tem inscrições até o dia 17 de abril, por meio de formulário eletrônico neste link. Informações podem ser obtidas no telefone (51) 3314-6451 e e-mail iel@sedac.rs.gov.br.

As viagens serão descritas na oficina, mas o foco maior será a arte de escrever. A parte teórica abrangerá o que é crônica, em que consiste a crônica de viagem e o que é escrever bem. Cada aluno escreve seu texto, que será submetido, sem identificação, a uma revisão coletiva. "A ideia é partirmos do fato real e ver onde estão os ruídos, frases mal estruturadas onde falta clareza", diz o jornalista Airton, que tem 20 livros publicados sobre os lugares por onde andou. Alguns fatos que acontecem nas viagens de aventura, em que ele se expõe à realidade local, tornam a publicação interessante. Ao chegar no destino, vai a museus e bibliotecas pesquisar sobre a história, costumes e cotidiano. No Egito, por exemplo, começou no Museu do Cairo e, sabendo de onde as peças foram tiradas, foi a esses locais.

Conforme o ministrante, a oficina não prepara somente escritores, mas também leitores: "para a gente absorver o texto na íntegra, não é muito fácil. Se a pessoa sabe como o autor escreve, sua estratégia para transmitir informações e produzir fica melhor", afirma. Até o momento são mais de 80 países visitados e mais de dez passaportes preenchidos, sendo que seu visto norte-americano, cuja validade é de 10 anos, é completado bem antes deste prazo. São muitas viagens por ano, mas uma que pode durar até três meses, especificamente para escrever um livro. Para isso, tem contrato com uma editora, em que firma compromisso de entregar sua obra até maio, sempre com lançamento na Feira do Livro de Porto Alegre, evento do qual foi patrono, em 2014.

Airton escalou as cordilheiras do Himalaia, no Nepal; percorreu os caminhos do Tibete, a bordo de um jipe; atravessou o Alasca, do sul ao Oceano Ártico; foi para a Índia; percorreu os rios amazônicos; no Egito, viajou pelo deserto do Saara em cima de um camelo e desceu o Rio Nilo em uma jangada; focou a cultura maia, na América Central, e abordou o Vietnã pós-guerra, entre muitos outros assuntos.


Sobre Airton Ortiz


Nasceu na Vila Ferroviária de Bexiga, interior de Rio Pardo, em 27 de novembro de 1954. Mora em Porto Alegre, onde formou-se em Jornalismo pela PUCRS e fez pós-graduação na UFRGS. Além de escritor, é jornalista especializado em reportagens internacionais sobre a natureza selvagem; criador do gênero Jornalismo de Aventura, onde é, ao mesmo tempo, repórter e protagonista da reportagem. Estreou como escritor profissional em 1999, ao publicar, pela Editora Record, do Rio de Janeiro, "Aventura no Topo da África".

Devido ao conteúdo jornalístico aliado à forma literária de seus relatos, seus livros estão sendo usados como leitura complementar em diversos cursos de pós-graduação em Jornalismo Literário. Já gravou muitos documentários especiais sobre aventuras para a televisão. Como fotógrafo, tem um acervo superior a 50 mil fotos dos mais diversos países do mundo, especialmente sobre natureza selvagem. Suas viagens radicais ao redor do planeta, aliadas à sua experiência como administrador de empresas, o tornaram um dos mais requisitados conferencistas nas áreas de Planejamento e Motivação, prestando consultoria para importantes empresas no Brasil, além de fazer palestras em escolas e feiras do livro por todo o país.

Ganhou inúmeros prêmios e indicações: "Na Estrada do Everest" e "Pelos Caminhos do Tibete" foram finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura. "Expresso para a Índia" ganhou o prêmio Euclides da Cunha, da União Brasileira de Escritores, como o melhor livro de ensaio, em 2003. "Travessia da Amazônia" (2004) foi o vencedor do Prêmio Livro do Ano da Associação Gaúcha de Escritores, como melhor livro de não-ficção, e "Egito dos Faraós" foi finalista do mesmo prêmio; entre muitos outros.
Fonte: Câmara Riograndense do Livro

Serviço
Crônicas de Viagem:
Período: 19 de abril a 10 de maio
Dias: Quartas-feiras.
Hora: das 14h às 17h.

Local: Instituto Estadual do Livro/IEL (André Puente, 318)

Valor: R$ 180,00.
Inscrições: Até 17 de abril neste link
Informações: e-mail iel@sedac.rs.gov.br e fone (51) 3314-6451

Inscrever-se

Confira aqui vídeo com Airton Ortiz falando sobre a oficina: 


video